Menu

Itajaí e Navegantes têm alta de 8 por cento no movimento de contêineres no primeiro semestre

O Complexo Portuário do Itajaí-Açu (SC), que abrange os portos de Itajaí e Navegantes, registrou crescimento de 8% na movimentação de contêineres no primeiro semestre do ano, comparado aos resultados no mesmo período de 2018. O percentual se refere à operação dos 598 mil TEU (medida que corresponde a um contêiner de 20 pés) de janeiro a junho de 2019.  

No primeiro semestre do ano, a participação dos terminais do Complexo Portuário de Itajaí-Açu corresponderam a 60% da corrente de comércio exterior no estado catarinense. Segundo dados divulgados pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), o estado exportou o equivalente a US$ 4,5 bilhões em cargas, crescimento de 10,7% ante o primeiro semestre de 2018. Já o valor das importações chegou a US$ 8,1 bilhões e representou aumento de 8,9%. A média nacional retraiu no mesmo período. 

O principal produto exportado nos portos de Itajaí e Navegantes continua sendo o frango. Nesse primeiro semestre, esses carregamentos somaram R$ 1,1 bilhão. A carne bovina foi a segunda mais comprada, com movimentação de R$ 560 milhões.
 
Nas importações, os produtos de mecânica e eletrônicos lideram o ranking, com R$ 1,4 bilhão movimentados. Em seguida estão os artigos têxteis, com R$ 764 milhões, e os químicos, com R$ 618 milhões.

Os portos de Itajaí e Navegantes registram o maior valor médio por quilo movimentado entre os complexos do País, chegando a US$ 1,27 por quilo. O Porto de Itajaí ainda contabilizou, sozinho, um crescimento de 43% na movimentação de contêineres (em unidades) e de 42% nas operações gerais  (em tonelagem) em junho.